• dr. saulodentista

SAULO DENTISTA INDAGA: O QUE É PRIORIDADE NESSE GOVERNO?

O vereador Saulo Teixeira Alberto da Costa (PSL), Dr. Saulo Dentista, demonstrou toda sua indignação com a falta de coerência nas decisões e atitudes do atual governo poaense durante discurso na Tribuna da Câmara na noite desta terça-feira (5). O assunto principal foram as irregularidades encontradas em quatro escolas municipais, apontadas no relatório do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE), principalmente na cozinha, onde são estocados os alimentos.

Foram avaliadas pelos fiscais as Emebs Antonieta Maria Fonseca, Joviano Da Silva, Edi Greenfield e Vereador Osvaldo Leite Dantas. Todas apresentaram problemas na estrutura da cozinha, além de rachaduras nas paredes, bolcões impróprios, alimentos estocados no mesmo lugar do preparo, janelas e pisos danificados e vazamentos na pia. “A gente precisa refletir o que é prioridade nesse governo. Há tempos estou cobrando manutenção nas escolas, mas não há critérios, coerência, nem uma sequência de atos e ações por parte desse governo. Eles gastam R$ 134 mil com contrato para reforma e adequação nas instalações civis, elétrica e hidráulica da Praça de Eventos; anunciam pregão presencial para modernização de diversas secretarias e também para locação de imóvel para o Cartório Eleitoral, sendo que já há um prédio adequado na área central. Qual seria o objetivo disso, já que temos imóveis na cidade sem utilização?”, indagou o vereador, acrescentando que é preciso achar uma solução, mas a única que existe é trocar essa administração.

“Precisamos de uma equipe forte, pois até temos bons secretários, mas não temos gestão; é preciso saber conduzir, fazer as coisas andarem. Nosso papel como vereador é fiscalizar, criar leis, apontar erros, mas as coisas precisam mudar, e isso não podemos fazer”, frisou Saulo Dentista, esclarecendo que as coisas não caminham, não é culpa da saída do Banco Itaú, da perda do ISS (Imposto Sobre Serviços), porque durante três anos esse dinheiro entrou e nada aconteceu. “Agora tudo é culpa da perda do ISS”, indignou-se.

Próteses

Na mesma sessão, o vereador teve seu requerimento pedindo explicações sobre a falta de um laboratório para fazer as próteses rejeitado pelo plenário. “Hoje, um documento simples, pedindo informações sobre a contratação de um laboratório, não passa aqui. Semana que vem teremos outros, sobre os GCMs (contratação e efetivo) e sobre as obras paralisadas na cidade. Eu recebo muitas pessoas no meu gabinete pedindo prótese dentária, e isso já se arrasta há três anos, desde que o contrato com a empresa não foi renovado. A falta desse serviço aumenta a fila a cada dia; queremos que esse convênio seja feito o mais breve possível. Precisamos que esse processo seja agilizado”, disse, explicando que o valor é pequeno em relação a outros contratos feitos sem licitação, por meio de pregão ou carta-convite. “Não dá mais para esperar. Isso é um caso de saúde pública!”, finalizou o vereador.


 

VS Comunicação Assessoria

Texto e fotos: Vania Sousa

Contato: 11 96565-4394




7 visualizações

Fale com Saulo Dentista

 
icone-facebook.png
marca.png